Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015
Digo que o mais profundo serviço que poemas e quaisquer outros escritos podem fazer pelo leitor não é meramente satisfazer o intelecto, ou supri-lo com algo polido e interessante, nem mesmo representar grandes paixões ou pessoas ou eventos, mas enchê-lo de limpa e vigorosa masculinidade, religiosidade, e dar-lhe um bom coração como hábito e possessão radicais.