Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015
O tempo das não-perguntas se cristaliza como idílio perdido.
Agora, tudo é dúvida e suspeita.
Ouço no rádio as notícias de minha terra natal.
Agora, sempre algo que não se fecha.
Esfera incompleta.

A luz
Quando resplandece
Óbvia mas
Infinitas
Variações
Matizes que