01.11.2014


Para que o movimento se estabeleça com graça, é preciso sobras de espaço ao redor. A confirmação da verdade esse princípio se manifesta para mim diariamente. E de seu atendimento, ou negação, decorrem diversas consequências tanto para o indivíduo em si quanto para sua relação com os demais. Em ambientes em que há mais seres humanos do que deveria haver, sinto um grande desconforto e uma propensão para o ódio. Em ambientes mais amplos, em que o movimento se apresenta como contraponto de uma imobilidade e silêncio prevalecentes, sinto-me bem e propenso à generosidade e ao amor. O respeito ao espaço deveria ser um princípio fundamental em nossas sociedades.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha