poema 246

Mulheres grávidas
Reciclam o nada

Niños desafiam sus viejos

Motos cobertas de pó
Gemem

Jovens desfilam laços bem dados
E futuros homens
Engendram volúpias 

Os cães por aqui
São maiores
E o silêncio
Pesa quilos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha