poema 235

Como amar as coisas
todas elas
sem que entulhem nosso coração
como num quarto apertado
provocando estragos
falta de ar?

Será preciso derrubar
as paredes do coração?

Será preciso fazer suas fibras
das coisas espalhadas pelo Mundo?

De folhas secas?
De baldes vazios?
De amores dos outros?

Para amar todas as coisas
será preciso refazer o coração

de fora pra dentro?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha