poema 206

Quando quis dizer a verdade
minha voz repetia coisas como
vida, dor, morte
orvalho, lua, regato

Que sei eu disso tudo?

Quando quis dizer a verdade
descobri não ter voz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha