poema 74


o gato no telhado lambe a tarde
o carro no afasto rasga o asfalto

                        (eu?

eu fico com o gato)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha