poema 47

Mesmo com todas as razões para
terminar

O coração palpita acelerado:
quer pular do peito
correr pra lhe encontrar

Comentários

Maya disse…
http://youtu.be/a01QQZyl-_I
Patrícia Anette disse…
Mais atualizações aê
Anônimo disse…
Diogo, vc escreve MUITO! Estou lendo seu blog há um tempo e me impressiono com sua capacidade de relatar os pequenos detalhes cotidianos que se passam fora e dentro "da laranja".
Continue fazendo da simplicidade a grandiosidade.

Beijo, Isabella Baroni
https://www.facebook.com/IsaaaBaroni

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha