poema 46

Congelou-me as lágrimas
o estranho inverno que me tomou a alma

Para fora, estou duro
seco 
e forte

Mas para dentro 
não sou nada além 
da saudade de você

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha