Poema 45

Espaço

para espreguiçar o nada


Espaço

para espalhar o vazio


Espaço

para que tudo se dilua


Todas as coisas


Todas

as

coisas

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha