poema 28

Que fiquei para depois
eu percebi só mesmo muito
tarde

Quando a fruta
já caia do seu galho
e a folha
já secava ali no chão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha