poema 21

quero que saiba:

seu nome foi escrito nas areias de uma praia
recém desperta
mas, segundos depois,
apagado pelas primeiras ondas da manhã

(será essa a medida do amor, da vida, de todas as coisas?)

Comentários

lindo poema. um 2010 iluminado, Dioguito.
beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha