Bom diálogo para se ter com uma garota (talvez já tido, mas, vejam lá, não contem para ela; apenas usem com as suas...)

- jazz é como a baba de Deus

(silêncio e ele que não está satisfeito)

- que a escorre chacoalhando pelas barbas

- nossa!

(e agora ambos que não estão satisfeitos e querem mais)

- de onde veio isso?

(é a hora, meu rapaz, atenção:

- dos meus joelhos que dobram ao som de lester young

- noooossa...

(dessa vez mais longo e suingado, como se pode perceber, feito o próprio jazz da conversa)

- e seus joelhos... sabem fazer algo mais?

(dispensam-se comentários)

- sabem dançar ano nosso ritmo, baby...

Comentários

bernardo.vianna disse…
eu costumo usar o "ei, pequena, posso te pagar um drink?"

Postagens mais visitadas deste blog

Cap. 68 - O Jogo da Amarelinha